29 de setembro de 2010

Rodrigo Faro em entrevista para Jovem Pan

| | Bla bla bla





O apresentador Rodrigo Faro visitou os estúdios daJovem Pan para falar sobre o sucesso do programa "O Melhor do Brasil". O também ator e cantor contou como foi o início de sua carreira, que engloba desde comerciais, cantar no Dominó, papéis em novelas daGlobo e a substituição de Márcio Garcia no programa da Record, onde se consagra atualmente.

"Comecei em 82 fazendo comerciais com oito anos de idade. Quando eu fiz o primeiro comercial, eu perguntei para  minha mãe se aquilo era profissão. Ela disse que sim e eu logo respondi que queria ser aquilo quando crescesse. Ela garantiu que daria todo o suporte possível, mas que eu iria estudar e me formar em uma faculdade", revelou, ressaltando que se formou em Rádio e TV na USP.

Rodrigo Faro comemora o grande momento profissional que vive com o quadro "Vai dar Namoro", em que interpreta um determinado artista quando sai algum beijo entre os participantes. Com o bordão "Dança Gatinho", Rodrigo Faro já interpretou Michael Jackson, Luan Santana, Lady Gaga, Ivete Sangalo, Justin Bieber, Chitãozinho & Xororó, Martinho da Vila, Gipsy Kings, Elvis Presley, Wando, Claudia Leitte, Latino, Madonna, entre muitos outros.

Porém, algumas destas 'homenagens' precisam de grandes produções, como perucas, maquiagens, salto alto e até coreografias. O apresentador também destacou que, por onde ele passa, ouve o "Dança Gatinho". "Ouço isso em qualquer lugar, seja no hospital, no supermercado, no dentista. Às vezes paro no pedágio, indo para Alphaville, e para um monte de gente e fica pulando, falando 'Dança Gatinho'. É uma loucura", se diverte. 

Antes de talento, é preciso coragem para se transformar, com peruca, dançar, rebolar. Rodrigo Faro comentou que é preciso ser meio sem-vergonha, meio Chacrinha, jogar o bacalhau para a plateia e fazer esse 'circo' na televisão brasileira.

"Depois do Chacrinha, a gente não teve mais um apresentador que trouxesse isso. A plateia é parte do programa. Você tem que se dirigir a quem está em casa, mas não pode esquecer do seu público ali. Não adianta você está dançando ali e as pessoas fingindo que está aplaudindo. Já vi o Chacrinha de tudo o que você pode imaginar. Quando fui comparado ao Chacrinha, fiquei profundamente lisonjeado. Quem sou eu para querer ser comparado a ele? Acho que a palavra do programa de auditório tem que ser alegria. A pessoa tem que ligar a televisão e se divertir, ter entretenimento. E é isso que busco fazer", destacou.

Durante a entrevista, Rodrigo Faro também relembrou a época em que jogava futebol com o repórter da Jovem Pan, Daniel Lian, e que bagunçava com o amigo Derico no colégio. Confira a deliciosa conversa do apresentador com José Armando Vannucci e Oliveira Andrade e também a galeria de fotos (aqui) dos bastidores de sua visita.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e participe do blog.